A presidente da FPG Roseane Zanetti iniciou conversações com a Consugi na Bolívia e assistiu ao espetáculo da ginasta Marianne Giovacchini, do Espéria, que trouxe 4 medalhas

A presidente da Federação Paulista de Ginástica Artística (FPG), Roseane Nabarrete Zanetti, acompanhou a disputa da Copa Sul-Americana de Clubes de Ginástica Rítmica, realizada em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, de 26 a 30 de junho. O objetivo da viagem foi iniciar contato com a Confederação Sul-Americana de Ginástica (Consugi) para trazer a competição de clubes para São Paulo em 2020.

Roseane disse que a Consugi recebeu com empolgação a possibilidade de São Paulo ser candidato a sediar o evento que na Bolívia teve apenas a participação de clubes de mais dois países, Chile e Brasil. “Eles acreditam que uma competição no Brasil atrairia também clubes da Argentina, Peru e Uruguai, pela organização, e no caso de alguns países mais proximidade. Eles gostaram da ideia e abrimos caminho para trazer o evento, que também tem a chancela da FIG”, comentou Roseane.

A dirigente da FPG também registrou com satisfação os resultados da ginasta Marianne Giovacchini, do Clube Esperia, que foi a representante da ginástica paulista na Copa Sul-Americana de Clubes. Mari, da categoria AC4 (13-14 anos), conquistou quatro medalhas – ouro na bola e na fita, e prata na bola e no geral. Também estiveram na competição a árbitra internacional Ana Pompeu e a técnica Vanessa Akiyama, de São Paulo.

 

 

 

Deixe o seu Comentário
X