O calendário foi prioridade para a entidade que contou com a ajuda dos filiados e de parceiros para sediar eventos que reuniram alguns dos maiores nomes da ginástica em São Paulo. Na foto: Roseane Zanetti e Sandra Soares.

 

A Federação Paulista de Ginástica realizou 25 competições em 2018, nas ginásticas artística feminina e masculina (7), ginástica rítmica (12) e ginastica de trampolim (2), modalidades olímpicas, e ainda na ginástica acrobática (3) e aeróbica (1).

“Foi muito bom conseguir parceiros para sediar os eventos. Com boa vontade e trabalho conseguimos contornar algumas dificuldades nas estruturas esportivas e tivemos, o que é muito importante, muita vontade de ajudar por parte dos nossos filiados. Fizemos competições com grande número de participantes, em todos os níveis, em todas as faixas etárias e ginásticas”, disse Roseane.

A FPG também recebeu alguns dos mais importantes eventos nacionais de ginástica, dois deles da Ginástica Para Todos (GPT), incluindo o IX Forum Internacional, realizado pela Unicamp e Sesc, em Campinas, e o GYM Brasil, também em Campinas.

A FPG ainda realizou torneios da Confederação Brasileira de Ginastica (CBG): O Brasileiro Adulto e Infantil de Ginástica Artística, o Brasileiro e Nacional de Ginástica Acrobática (Infantil, Juvenil, Intermediário e Adulto) e o Torneio Nacional de Ginástica Rítmica, todos em São Bernardo do Campo;  e o Brasileiro de Especialistas de Ginástica Artística, em Santos. São Paulo também recebeu um evento regional, o Sudeste de Ginástica Rítmica, em Pindamonhangaba.

A opção da FPG por trazer competições nacionais para São Paulo visou a aumentar o número de ginastas nos eventos, envolver pais, familiares e amigos, o público e a comunidade de todas as ginásticas

“Conseguimos também fazer os eventos da CBG, dentre eles os dois Brasileiros de Ginástica Artística, o Nacional de Ginástica Rítmica e o Brasileiro e Nacional de Ginástica Acrobática. Teve muita gente que apoiou. A maior parte da comunidade gostou de termos trazido os campeonatos para São Paulo e, inclusive, pediram para trazermos novamente para São Paulo”, completou Roseane.

A presidente Roseane também destacou a área de comunicação da FPG, que atuou para divulgar e fortalecer as competições em 2018. “A comunicação da FPG passou a falar com os seus filiados, os ginastas, pais e familiares e também com o público, por meio das redes sociais. Passamos a informar sobre a ginástica, valorizar o trabalho dos clubes e entidades, dos profissionais e atletas e também falar, de forma mais direta e clara, com o nosso público.”

Roseane disse que também pode contar com o trabalho ‘incansável’ das dirigentes Sandra Soares, vice-presidente, Deise Garcia e Luciana Santilli (na foto, com Roseane) e das funcionárias da FPG. “Foi muito empenho e envolvimento de todas elas.”

A Federação Paulista de Ginástica existe desde 1956 e congrega 39 entidades em sete modalidades da mais competitiva ginástica do Brasil.

Siga a FPG em https://www.facebook.com/fpgoficial/ , www.instagram.com/fpg_oficial e no https://twitter.com/FPG_Oficial

 

Deixe o seu Comentário
X